Closet Detox – Como me livrei de pesos mortos no armário.

Sabes aqueles dias que acordamos com aquele “filingue”? Pois! Eu acordei com um briu de fazer um “closet detox”. Mas qe é esso?

Sabe aquelas roupas que hibernam há séculos no nosso guarda roupa? Exatamente! Vamos desintoxicar o nosso guarda roupa de forma a ficarmos apenas com as peças que realmente usamos!

Chega a nos ser mais fácil comprar roupas novas do que usar todas as nossas roupas ou desapegar daquelas peças que temos há anos. A compra chega a ser sentimental, compramos porque estamos tristes, compramos quando estamos contentes, enfim o consumismo tornou-se parte do nosso dia a dia e um componente sentimental até. Ás vezes torna nos difícil resistir a comprar alguma coisas que vimos na vitrine e ter essa peça nas nossas mãos chega a ser tão reconfortante e satisfatório…. Sim, sou muito sentimental no que toca as coisa,

empre quis ter um guarda roupa “all black”, mas não conseguia desembaraçar de peças que embora não usava, ainda gostava muito e por alguma razão não conseguia me desfazer deles.

Comecei por fazer um Limpeza no Guarda Roupa.

Tirei tudo! Roupas que estavam no guarda roupa, em malas, bolsas, caixote (sim! ainda tinha roupas em caixotes, quase um ano após minha mudança para a cidade da Praia). Juntei tudo em cima da cama e comecei a analizar um por um e fazendo pequenos montes no chão. Reuni as peças em pequenos montes:

  1. Roupas que uso.
  2. Roupas que não uso.
  3. Roupas que não me servem – tive de aceitar! Não vou perder aqueles quilinhos a mais, não estou fazendo dieta, nem indo ao ginásio! Como vou perder quilinhos!? Essa peça não me serve e ponto final.
  4. Roupas que precisam de concerto – dizem que santo de casa não faz milagres, tenho um monte de roupas que precisam de concerto ou de serem customizadas, enfim se no final do ano(?) não as tiver customizadas, vou jogar fora.
  5. Roupas estragadas e que não tem concerto.

As roupas estragadas joguei fora!!! Sem pensar duas vezes, não existe descupa para as manter. As que precisam de concerto, deixei em separado para concertar! Não deixei-me levar pela emoção e joguei fora todas as peças “estragada”, costumo enganar a mim mesma de que vou recuperar ou trasformar algumas peças, mas no fundo essas peças ficam guardadas e em mexo nelas! So deixei para concerto as peças que realmente uso, servem e podem ser recuperadas.

As roupas que não me servem ou não uso, doei! Algumas eu gostava bastante, tinha usado poucas vezes e outras nunca foram usadas. Abri mão de todas.

Praticar o desapego

Quem nunca? Realmente mantinha no meu guarda roupa peças apenas pelo apego! Tinha esse blaiser muito lindo! Muuuuito lindo, com pedrarias em toda a parte! Simplesmente adorável. Mas era rosa, eu não gosto de rosa, eu não uso rosa! Porque que eu estou guardando uma peça que não vou usar? É lindo sim, mas não vou usar! E ponto final! Doei.

Ás vezes prendemos ás coisas, por causa das lembranças que nos trazem, do custo que tivemos para as adquirir. Pode ser aquela peça que namoramos durante meses na vitrine daquela loja. Juntamos as nossas economias para poder compra-la. Mas já se passaram tres anos e a peça já não nos serve? Rasgou-se, tem manchas ou simplismente porque mudamos o nosso estilo? Ou foi um presente? É dificil desapegar de presente, lembra nos de quem nos deu, da época até do corte de cabelo que usamos no dia que recebemos a peça e essas peças acabam por ser pesos mortos no nosso guarda roupa.

Desapegar não é facil! É preciso tempo e coragem, algo que aprendi com o meu marido, comecei com pequenas coisas e acabei criando um hábito e hoje facilmente desfaço-me de coisas velhas ou sem uso.

Definição de estilo

Depois de toda essa arrumação, fiquei apenas com as peças que realmente uso. Como queria ter um guarda roupa todo preto e a maioria das minhas roupas já eram pretas, abri mão das que eram de cores ou tinham padrões coloridos. Fiquei com apenas tres peças da cor branca porque ainda não estava preparada para desapegar. O que eu queria desde a adolescência era ter um guarda roupa todo preto, começei já em adquirir peças pretas e finalmente consegui um guarda roupa so com peças básicas, pretas e que realmente uso.

Saber o que eu realmente queria ajudou me em toda essa arrumação, não pense em desfazer-se de peças sem ter certesa do que quer, para não se arrepender. O meu guarda roupa agora está mais leve, esta me mais fácil organizar,

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s